13 tipos de perguntas para inquéritos com exemplos práticos

Redacción 11m de leitura

Existem diferentes tipos de perguntas para inquéritos que pode incluir no seu questionário, e cada uma tem uma utilidade específica. Neste artigo, explicamos quais os tipos de perguntas para inquéritos existentes, quais são as suas vantagens e como escolher as melhores em cada caso. Também fornecemos vários exemplos de perguntas para inquéritos que o podem inspirar na criação dos seus questionários.

Criar um Questionário de Inquérito Eficaz

Antes de entrarmos nos tipos de perguntas para inquéritos, pode querer atualizar os seus conhecimentos sobre questionários. Temos muitas dicas sobre como criar questionários eficazes no nosso artigo sobre o tema.

Tenha também em mente que na We are testers adoramos criar os seus questionários. Não hesite em contactar a nossa equipa se precisar de ajuda ou se preferir que os criemos por si. A escolha é sua!

Vamos agora aos tipos de perguntas para inquéritos que pode usar.

Tipos de Perguntas para Inquéritos Mais Comuns

Perguntas Dicotómicas

As perguntas dicotómicas são perguntas fechadas que oferecem apenas duas opções de resposta, geralmente «Sim» ou «Não». Este tipo de pergunta é útil quando se procura obter uma resposta clara e rápida, sem deixar espaço para ambiguidades.

Exemplo de pergunta: Já usou o nosso produto no último mês? (Sim/Não)

As perguntas dicotómicas são rápidas e ajudam a manter os questionários curtos. São fáceis de compreender pelo entrevistado. E são ideais para serem usadas como perguntas de filtro. No entanto, não seriam as perguntas para inquéritos mais adequadas se quiser recolher informações sobre opções intermédias.

Perguntas de Resposta Única

As perguntas de resposta única oferecem uma lista predefinida de respostas, da qual o entrevistado só pode escolher uma.

Exemplo de pergunta: Com que frequência usou o nosso produto no último mês? (Nunca, Uma vez, Duas ou três vezes, Quatro vezes ou mais)

No exemplo, não é possível ter usado o produto uma vez e nunca, pois são opções mutuamente exclusivas, por isso apenas é permitido ao entrevistado selecionar uma opção como verdadeira.

As perguntas de resposta única também são rápidas, fáceis de responder e ideais para a tabulação dos dados. Para que funcionem, é muito importante garantir que as opções de resposta sejam mutuamente exclusivas. O entrevistado nunca deve sentir a frustração de não poder escolher todas as opções que considera verdadeiras.

Perguntas de Resposta Múltipla

As perguntas de resposta múltipla também apresentam uma lista predefinida de opções, mas permitem que o entrevistado selecione várias opções em vez de apenas uma. Este tipo de pergunta é útil quando se procuram respostas que não são mutuamente exclusivas.

Exemplo de pergunta: Que redes sociais utiliza regularmente? (Facebook, Instagram, Twitter, LinkedIn, Nenhuma)

Nas perguntas de resposta múltipla, é importante que as opções de resposta sejam distintas, para que o entrevistado não perceba que uma resposta é equivalente a outra ou que está incluída noutra. Por exemplo, na pergunta anterior, «Twitter» e «X» não deveriam ser apresentados como opções de resposta distintas.

Perguntas com Escalas de Avaliação

As perguntas com escalas de avaliação permitem que os entrevistados expressem a sua opinião através de uma escala numérica ou verbal. Podem ser escalas numéricas (por exemplo, de 1 a 5) ou escalas verbais (por exemplo, «Muito insatisfeito» a «Muito satisfeito»).

Exemplo de pergunta: Quão satisfeito está com o nosso serviço? (1 = Muito insatisfeito, 5 = Muito satisfeito)

Para que estas perguntas para inquéritos funcionem bem, as escalas de avaliação devem ser simétricas, ou seja, devem ter o mesmo número de respostas positivas e negativas. Uma escala comum é a escala de Likert, da qual criamos um artigo com exemplos práticos para usar nos seus estudos.

Perguntas Numéricas

As perguntas numéricas são formuladas de forma a exigir do entrevistado um número específico. Este tipo de perguntas é utilizado para obter dados quantitativos exatos.

Exemplo de pergunta: Quantos anos tem?

As perguntas numéricas são rápidas e fáceis, permitindo quantificar volumes, frequências e outras magnitudes semelhantes. Antes de as usar, é importante avaliar se o entrevistado estará preparado para respondê-las. Por vezes, não conseguimos lembrar exatamente quantas vezes consumimos um produto – é um esforço de memória que pode ser excessivo. Nestes casos, é preferível perguntar por intervalos numéricos.

Perguntas com Deslizador

As perguntas com deslizador, ou perguntas de escala deslizante, permitem que os entrevistados selecionem a sua resposta movendo um controlo deslizante ao longo de uma escala numérica ou verbal.

Exemplo de pergunta: Quão provável é que recomende o nosso produto a outras pessoas? (Mova o controlo ao longo da escala de 0 a 10)

Dentro das perguntas para inquéritos, as que incluem um deslizador destacam-se por serem rápidas, visuais e atraentes para os entrevistados. Uma alternativa ao deslizador é colocar um certo número de estrelas ou outro tipo de ícones para que o entrevistado clique no ícone desejado.

Perguntas de Ordenação ou Ranking

As perguntas de ordenação ou perguntas de ranking permitem que os entrevistados classifiquem uma lista de elementos com base na sua preferência, importância ou relevância. Este tipo de pergunta é útil quando se procura estabelecer hierarquias entre diferentes opções.

Exemplo de pergunta: Classifique as seguintes características do produto de acordo com a sua importância (Preço, Qualidade, Design, Atendimento ao cliente)

As perguntas de ordenação são muito úteis para criar hierarquias, mas requerem algum esforço de reflexão por parte do entrevistado. Por vezes, pode ser complicado para eles classificar elementos que percebem como semelhantes ou igualmente importantes. Isso implica um maior tempo e esforço por parte do entrevistado, por isso é preferível não as usar com demasiada frequência num questionário.

Perguntas com Imagens

As perguntas com imagens apresentam conteúdo visual aos entrevistados. Podem ser imagens de embalagens, logótipos, designs, campanhas publicitárias e muitas outras coisas. Este tipo de pergunta é útil quando se procura uma reação à imagem ou quando se presume que a imagem ajudará a compreensão ou recordação do entrevistado.

Exemplo de pergunta: Qual o logótipo que prefere para a nossa empresa? (Apresentar diferentes opções de logótipos)

As perguntas com imagens são visualmente atraentes para o entrevistado e quebram a monotonia de um questionário baseado apenas em texto.

Perguntas com Vídeo

As perguntas com vídeo incorporam vídeos em vez de imagens estáticas. São perguntas necessárias na maioria dos pré-testes e pós-testes publicitários quando se pretende medir a quantidade de pessoas que viram um determinado anúncio.

Exemplo de pergunta: Lembra-se de ter visto o anúncio que lhe mostramos a seguir? (Sim / Não)

As perguntas com vídeo são fundamentais para avaliar a eficácia de campanhas de marketing ou conteúdo multimédia. São atrativas num questionário e mantêm o interesse do inquirido. Deve ter em mente que a criação do vídeo pode requerer algum tempo e o investigador de mercados deve garantir que limitações de tamanho de arquivo ou tamanho de tela em inquéritos móveis não comprometem o seu uso.

Perguntas com Áudio

São semelhantes às perguntas com vídeo, mas fornecem apenas conteúdo auditivo aos inquiridos. São usadas para recolher opiniões sobre uma gravação oral.

Exemplo de pergunta: Depois de ouvir a mensagem de boas-vindas no nosso serviço telefónico, considera que é amigável? (Escala de avaliação)

Perguntas com Mapas de Calor

As perguntas com mapas de calor são uma ferramenta interativa que permite aos inquiridos interagir com uma imagem e assinalar áreas relevantes. Isso é útil quando se precisa obter dados sobre como os inquiridos percebem as imagens.

Exemplo de pergunta: Quais partes da embalagem chamam a sua atenção? (Clique nelas)

Os mapas de calor são criados de duas maneiras distintas. Uma é pedir ao inquirido que clique nas áreas relevantes da imagem ou siga o movimento do seu rato. Alternativamente, podem ser usadas técnicas de neuromarketing para seguir o movimento dos olhos do inquirido e verificar onde fixam a sua atenção.

Perguntas Matriciais

As perguntas matriciais, ou perguntas de escala múltipla, combinam vários itens e escalas de avaliação numa única pergunta. São úteis quando se pretende obter informações sobre diferentes aspetos de um tópico num único conjunto de perguntas.

Exemplo de pergunta: Por favor, classifique os seguintes aspetos do nosso serviço numa escala de 1 a 5:

    • Rapidez de entrega
    • Atendimento ao cliente
    • Qualidade do produto

As perguntas matriciais permitem obter informações detalhadas sobre vários aspetos relacionados utilizando a mesma pergunta e as mesmas opções de resposta. Poupa tempo e é eficiente para atingir o objetivo. No entanto, deve ter em mente que requerem um esforço de reflexão por parte do inquirido e podem tornar-se monótonas se forem usadas com muita frequência num questionário.

Perguntas Abertas

As perguntas abertas permitem aos inquiridos responder de forma livre, sem restrições quanto ao comprimento ou formato da resposta. São ideais para recolher opiniões, comentários e sugestões de forma espontânea, sem pré-determinar possíveis respostas.

Exemplo de pergunta: Que aspetos acha que poderíamos melhorar no nosso serviço?

Com as perguntas abertas, o inquirido comunica-se livremente expressando as suas opiniões e experiências pessoais e são uma excelente opção para compreender de forma mais profunda um tópico ou identificar novas ideias. A principal desvantagem das perguntas abertas é que precisam de ser agrupadas em temas semelhantes para se poderem extrair conclusões, o que geralmente exige mais tempo de análise. Agora, com a We are testers, pode usar a inteligência artificial para agrupar as respostas e sugerir conclusões. Além disso, permite-lhe aceder a toda a informação que dá origem à análise para que possa fazer as alterações que considerar necessárias até ficar completamente satisfeito com o resultado.

Lógica de Salto e Respostas Relacionadas

Para que um questionário seja eficaz, é necessário dominar tanto os tipos de perguntas para inquéritos como a lógica de salto e as respostas relacionadas ou ramificações.

A lógica de salto, ou lógica condicional, permite que, com base nas respostas dos inquiridos, algumas perguntas sejam omitidas. Por exemplo, se um inquirido responder «Não» a uma pergunta dicotómica, a lógica de salto pode levá-lo mais adiante no questionário para omitir perguntas que só teriam sentido se ele tivesse respondido «sim».

Exemplo: Comprou o nosso produto no último ano?

    • Se a resposta for «Sim», continue com a pergunta de satisfação do produto.
    • Se a resposta for «Não», salte as perguntas de satisfação do produto e continue com o questionário.

As respostas relacionadas ou ramificações vão um passo além da lógica de salto e levam o inquirido a responder a perguntas diferentes com base nas suas respostas.

Exemplo:

    • Qual é a sua marca de roupa favorita?
    • Se a resposta for «Marca A», é apresentada uma pergunta de satisfação específica sobre a Marca A.
    • Se a resposta for «Marca B», é apresentada uma pergunta de satisfação específica sobre a Marca B.

A lógica de salto e as respostas relacionadas oferecem muitas vantagens ao inquirido. Personalizam a sua experiência e poupam-lhe tempo e esforço. Para o investigador, usá-las requer um esforço adicional, uma vez que é necessário pensar nas possíveis omissões e ramificações que podem fazer sentido sem tornar o questionário excessivamente complexo.

Agora já conhece os tipos de perguntas mais importantes que pode incluir no seu questionário. Com a We are testers, tem a maior variedade de perguntas para utilizar no seu inquérito e ajudamos na programação para que não tenha de se preocupar com nada. Está interessado em criar um inquérito? Entre em contato com a nossa equipa de especialistas em pesquisa e eles ajudarão em tudo o que precisar.

Data de atualização 27 noviembre, 2023

Entre em contato com os nossos especialistas e descubra como levar a sua pesquisa mais longe.

Contatar