Dicas para dinamizar e gamificar uma comunidade de usuários ou painel online

Redacción 5m de leitura

Seja uma comunidade de consumidores, trabalhadores ou seguidores de uma marca, a dinâmica e o contato com as pessoas que compõem uma comunidade online ou painel são fundamentais para que ela mantenha uma boa saúde, perdure no tempo e alcance seu objetivo: criar um vínculo e compromisso entre a parte organizadora e os usuários que a compõem.

Quando na We are testers decidimos criar nossa própria comunidade de testadores na Espanha (lá por 2016), focamos em três pilares fundamentais:

  • Deveria ser uma comunidade dinamizada à qual dedicaríamos recursos para manter o interesse de seus membros, promover a participação e seu crescimento de forma progressiva.
  • Deveria estar alinhada com o negócio: uma comunidade de consumidores reais que nos dessem sua opinião sobre produtos, serviços, sites, aplicativos… e qualquer elemento suscetível de ser testado ou avaliado por marcas ou instituições.
  • Deveria ser construída em um ambiente tecnológico atraente (tanto na web quanto em dispositivos móveis) e ser de fácil e intuitivo uso para os testadores.

Esses três pilares têm sido de cumprimento obrigatório desde então até hoje, continuando a ser três fatores fundamentais na Comunidade WAT. Com o crescimento progressivo e o desenvolvimento de nossa comunidade de testadores, incorporamos novos elementos para continuar crescendo. E quando falamos de crescimento, não nos referimos apenas à quantidade, mas também à qualidade, dois fatores que inevitavelmente devem estar ligados ao sucesso de qualquer comunidade de usuários.

Neste momento, em que escrevemos este post, outubro de 2019, a comunidade da We are testers conta com mais de 100.000 testadores, tornando-se um dos 3 maiores painéis/comunidades da Espanha. É um número que orgulharia qualquer organizador de uma comunidade, mas que, sem elementos de qualidade que o acompanhem, não teria um valor real. Portanto, na We are testers e aplicável a qualquer comunidade de usuários de acordo com nossa própria experiência, é essencial que três outros fatores influenciem essa ‘massa’:

  • Caracterização. Para que uma comunidade de consumidores possa atender às necessidades de informações de marcas ou instituições, ela deve ser representativa do mercado e da realidade. No caso da We are testers, temos mais de 400 critérios de segmentação que garantem o cumprimento das cotas e uma alta taxa de resposta. Além disso, realizamos um processo contínuo de caracterização de nossos usuários para ratificar ou atualizar o perfil de nossos usuários, bem como incorporar novas variáveis de caracterização.
  • Mecanismos de controle. As informações provenientes de uma comunidade de consumidores devem ser verídicas e confiáveis. Portanto, os elementos de controle são indispensáveis. No caso específico da We are testers, enfrentamos um desafio nesse sentido: ser mais rápidos que a pesquisa tradicional, mas mantendo a confiabilidade dos dados. Para isso, realizamos procedimentos rigorosos de controle de qualidade das respostas, penalização de incoerências e recompensa nas respostas mais elaboradas, ou mecanismos de controle para garantir a veracidade das contas. Estabelecer normas de controle e protocolos é, portanto, fundamental para manter a boa saúde de uma comunidade de opinadores e, consequentemente, dos estudos de mercado ou análises que ela gera.
  • Conteúdo. Certamente você já ouviu a expressão de que, na sociedade digital em que vivemos, ‘o conteúdo é rei’. Bem, no caso das comunidades, isso também é aplicável. Como mencionamos no início do post, um dos objetivos ao criar uma comunidade é conseguir membros comprometidos e fidelizados. Portanto, um dos veículos para alcançar isso é através do conteúdo.

Na We are testers, por exemplo, contamos com diversas ferramentas para fazer isso. Além de nossas redes sociais e da caixa de entrada dos testadores como canais principais de comunicação direta com nossos usuários, trabalhamos continuamente na dinamização e gamificação da comunidade. Como conseguimos isso? O blog para testadores WhAT! é um bom exemplo. É uma seção exclusiva para os participantes da comunidade que, por meio de postagens divertidas e em um tom informal, dão a oportunidade aos usuários de interagirem entre si, conhecerem as últimas novidades sobre a plataforma ou os resultados dos próprios estudos em que deram sua opinião. Esse tipo de espaço tem a capacidade de gerar um sentimento de pertencimento a um grupo ou comunidade, como neste caso.

Os #FlashTest são outro elemento importante nessa estratégia de conteúdo para dinamizar a comunidade. Eles consistem em pesquisas muito curtas e complementares aos testes remunerados, tratando de temas atuais, curiosidades, entretenimento… cujo objetivo é dinamizar a atividade e fazer com que progridam na comunidade. Isso nos leva diretamente a outro dos pontos importantes para manter uma comunidade comprometida e interessada: a gamificação, ou seja, a aplicação de técnicas e dinâmicas próprias de jogos a ambientes não lúdicos, como uma comunidade de opinadores. O objetivo é muito claro: obter esse envolvimento, participação e fidelidade por parte dos usuários que compõem a comunidade. No caso da We are testers, conseguimos isso através de nosso sistema de recompensas, a organização da comunidade com base em níveis com privilégios associados a cada estatus, sorteios…

Finalmente, a constância é o elemento que deve impregnar cada um dos pontos anteriores para manter uma comunidade comprometida com sua marca, empresa, instituição… e, juntamente com os outros fatores descritos, são pilares fundamentais na gestão de uma comunidade.

 

Se você quiser obter mais informações sobre a Comunidade WAT, não hesite em entrar em contato conosco em info@wearetesters.com ou cadastre-se em nossa comunidade para começar a desfrutar de todos os benefícios.

Data de atualização 22 diciembre, 2023

Entre em contato com os nossos especialistas e descubra como levar a sua pesquisa mais longe.

Contatar